Pular para o conteúdo principal

Ceilândia amplia cobertura da Estratégia Saúde da Família

Unidades Básicas de Saúde nº 8 e nº 10 passaram a funcionar exclusivamente com o novo modelo de atenção primária. Outros postos estão em processo de transição

A autônoma Marinalva Silva de Almeida, de 62 anos, recebeu um agente comunitário de saúde em casa. A visita integra a conversão da nova política de atenção primária do DF. Foto: Tony Winston/Agência Brasília


Para a autônoma Marinalva Silva de Almeida, de 62 anos, receber um agente comunitário de saúde em casa é novidade. E positiva. A visita integra a conversão da nova política de atenção primária do DF, que estabelece que todas as unidades básicas de saúde (UBS) passem a funcionar com a Estratégia Saúde da Família.

O novo modelo prioriza as regiões mais vulneráveis. Em Ceilândia, por exemplo, onde Marinalva mora, foi feito um estudo dos indicadores de vulnerabilidades econômica, social e de saúde de todo o território. Com base nisso, duas unidades básicas de saúde (UBS 8 e UBS 10) mudaram de mistas (funcionavam com os modelos tradicional e novo) para exclusivamente da estratégia.

A UBS onde a equipe de referência de Marinalva fica é a 8. Ela já era atendida no local, mas sob o antigo regime. “Eu usava muito o posto de saúde, mas só quando me sentia mal.”
O novo modelo de atenção primária do DF prioriza as regiões mais vulneráveis

Os especialistas que atendiam no lugar mas não aceitaram fazer parte da conversão estão sendo alocados em outros espaços. Lá agora atendem seis equipes de saúde da família, com médico, enfermeiro, técnicos de enfermagem e agentes comunitários.

Remanejamento das equipes de saúde da família

A gerente da Diretoria de Atenção Primária da Região de Saúde Oeste, Alexandra Miranda, explica que o processo em Ceilândia ocorreu com rapidez graças ao fato de já existirem equipes de saúde da família na região. Foto: Toninho Tavares/Agência Brasília

A gerente da Diretoria de Atenção Primária da Região de Saúde Oeste, Alexandra Miranda, explica que o processo em Ceilândia ocorreu com rapidez graças ao fato de já existirem equipes de saúde da família na região.

Esses grupos, no entanto, atuavam de forma pulverizada. “Eles estavam concentrados em lugares com menor vulnerabilidade. Existiam unidades com apenas uma equipe para atender 3.750 pessoas, em uma unidade com 30 mil pacientes”, detalha. “A cobertura era pouco representativa e não alcançava a população-alvo, que é a mais vulnerável”, conta Alexandra.
A mudança permitiu que as Unidades Básicas de Saúde nº 8 e nº 10 ampliassem a cobertura da estratégia de 21,4% e 32%, respectivamente, para 100%

Na prática, o processo consistiu em retirar esses grupos pulverizados de onde atuavam e reuni-los nesses dois pontos estratégicos. A UBS 10 agora conta com dez equipes (três a mais), até que uma nova seja inaugurada no Sol Nascente.

A mudança permitiu que as Unidades Básicas de Saúde nº 8 e nº 10 ampliassem a cobertura da estratégia de 21,4% e 32%, respectivamente, para 100%. Se levado em conta todo o território de Ceilândia, a cobertura passou de 23,48% para 26,71%.

A região tem 15 unidades básicas de saúde, das quais 11 eram mistas e quatro exclusivamente da estratégia. Com a conversão iniciada, esse último número foi atualizado para seis. O restante está em processo de transição.
Visita às residências para cadastrar os pacientes

A territorialização é uma das peças-chave para que a estratégia seja implementada. Por isso, desde 30 de março, os agentes comunitários visitam as residências da área para cadastrar os pacientes.

“É um momento de reorganização. A gente espera que agora as equipes se apropriem desse território, conheçam a realidade, façam o diagnóstico de saúde do lugar e estabeleçam um planejamento”, pontua Alexandra. As ações obedecerão ao que for colhido nessa fase.

É nesse momento, por exemplo, que se detecta quem precisará ser acompanhado pela equipe em casa por algum problema que dificulte a locomoção ou alguma mulher que esteja grávida e ainda não tenha iniciado o pré-natal.
Acolhimento é uma das principais mudanças a curto prazo

A filha de Marinalva é enfermeira e aprova a conversão. Ela conta que tinha dificuldade para conseguir atendimento no antigo modelo e que, muitas vezes, precisava ir para a fila às 5 horas, sem garantia de uma consulta.

Agora, ao chegar à unidade, o paciente passa pelo acolhimento, etapa em que já sabe qual é o problema e, se necessário, tem a consulta marcada. “Isso é possível porque é a equipe que promove a saúde pública, não é apenas o especialista”, destaca o gerente de Serviços de Atenção Primária da UBS 8, Jean Paul Fraussat de Lima.

Cada membro da equipe tem papel determinante. “Os profissionais da Estratégia Saúde da Família têm níveis de resolubilidade de cunho individual, mas que também fazem um efeito no somatório”, resume a superintendente da Região de Saúde Oeste, Talita Lemos Andrade. Ela conta que prova disso é o fato de, durante as reuniões, as equipes compartilharem as informações sobre a situação de pacientes.
Nova política de atenção primária


A nova política de atenção primária do DF foi definida pela Portaria nº 77, de 2017, que prevê que todas as unidades básicas funcionem com equipes da Estratégia Saúde da Família. A conversão do antigo modelo para o novo está sendo progressiva. Até junho, todos os locais que ainda atendem sob as regras tradicionais deverão estar em transição.

Comentários

Melhores da semana

Park Way celebra 56 anos com eventos gratuitos para a população

Fazem parte da programação palestras, oficinas, shows e concurso de fotografia, entre outras atividades

Corpo de Bombeiros recebe 21 ambulâncias e um drone

Em cerimônia na manhã desta sexta-feira (3), o governador Rollemberg entregou as viaturas e o equipamento aéreo, que vão proporcionar maior eficiência no trabalho da corporação

Deputada Luzia de Paula - Carnaviola - Casa do Cantador - Nesta sexta (24) - Ceilândia-DF

Grandes decisões em dia de encontro do grupo Olhos de Águia

Na noite do dia 03 de abril reuniram-se na casa do Jornalista Paulo Melo os membros do respeitado Grupo de jornalismo político "Olhos de Águia" e alguns convidados

Em clima de descontração, em meio a piadas e histórias do cenário político do Distrito Federal, debateu-se sobre os desafios a serem enfrentados diante da proximidade das próximas eleições. O clima tenso entre os distritais e a impossibilidade de se renovarem as coligações para o próximo pleito podem dificultar as previsões, mas não o foco do grupo.
Entre uma cerveja e outra, enquanto o anfitrião, com a ajuda de sua mãe, cozinhava para os convidados, outra questão prioritária foi levantada e versa sobre a estratégia editorial na qual o grupo deve se basear. Sempre visando mostrar que tem força e que não está de brincadeira. Principalmente diante da onda de boatos que circulam nas redes sociais e permeiam as páginas de blogs de "renome".
Com a presença do Presidente da ABBP, Sandro Gianelli, que chegou um po…

Eugênio Piedade pode ser o novo administrador do Itapoã

O empresário Eugênio Piedade, pode ser nomeado nos próximos dias como administrador regional do Itapoã

Entidades criam Conselho Permanente de Comunicação do Distrito Federal

Entrevista com Paulo Melo, presidente da ABRASSP - Associação Brasileira de Síndicos e Síndicos Profissionais

Em uma entrevista exclusiva concedida ao portal o presidente da Associação Brasileira de Síndicos e Síndicos Profissionais - ABRASSP, Paulo Melo. Em sua entrevista o síndico profissional fala o que o motivou a assumir o comando da ABRASSP e as suas metas a frente da associação confira abaixo a entrevista concedida ao portal

Ricardo Lustosa Jacobina faz um balanço de dois anos de gestão em Taguatinga

O Administrador Regional de Taguatinga Ricardo Lustosa Jacobina concedeu uma entrevista exclusiva para o portal. Nela ele fez um balanço desses dois anos de gestão na Administração, fala também de seus projetos e dos presentes que pretende dar à cidade que completa 59 anos de fundação em 2017. Confira a entrevista na íntegra

Assista o programa Estação Business com apresentação de Liana Alagemovits e fique bem informado do mundo business

Assista nosso programa Edição 13 publicado em 11/04/2017: https://goo.gl/ubek04

ARTIGO: Gestão de condomínio é tema de debate

Landejaine Maccori
Administração de Condomínios é semelhante a gerir uma empresa. Você sabia que em razão dessa similaridade já se conquistou junto ao CFA- (Conselho Federal de Administração) a prerrogativa do Tecnólogo em Gestão Condominial ter direito ao seu Registro Profissional nos respectivos CRA - Conselhos Regionais de Administração no Brasil?

Mais vistas

Feira Condominial e ConBraSíndicos em Águas Claras-DF

O evento ocorrera em Águas Claras no Distrito Federal, dos dias 21 a 23 de outubro de 2016, com entrada franca

Agaciel Maia, sua área verde e seus processos pelos atos secretos no Senado

O deputado distrital Agaciel Maia (PR) se tornou réu em um processo por crime ambiental. Ele e a esposa, Sanzia Erinalva do Lago Cruz Maia, são acusados de aumentar as instalações de uma mansão de propriedade da família, no Lago Sul, invadindo 10 mil metros quadrados de uma Área de Preservação Permanente (APP). Ambos haviam sido denunciados, no ano passado, pela Procuradoria-Geral de Justiça do DF

Brasília sediará entre os dia 29 de setembro e 1° de outubro o primeiro Congresso Nacional de Síndicos

O Congresso Nacional de Síndicos, o I CONGRESS é uma iniciativa da Associação de Síndicos de Condomínios Comerciais e Residenciais do Distrito Federal - ASSOSÍNDICOS-DF e Associação Brasileira de Síndicos e Síndicos Profissionais - ABRASSP com a organização da Inova Gestão, da Revista Condomínio & Soluções, e da Anderson Machado Consultoria e Assessoria Jurídica Condominial

SAÚDE: Hospital possui um enfermeiro para 100 pacientes

Ao ser repassado para o Instituto Gerir, a promessa era de desburocratizar e ampliar o atendimento do Hospital de Urgências de Goiânia (Hugo), mas a realidade é bem diferente. Passados três anos que o governo passou a saúde para as Organizações Sociais (OS's) A a rotina é de pressão, déficit de funcionários e falta de medicamentos e equipamentos, conforme revela documentos que tivemos acesso com exclusividade

CURSO 2 EM 1: Curso de Formação em Agente de Portaria e Curso de Formação em Segurança Condominial

PAGUE UM E ESTUDE DOIS: Curso de Formação em Agente de Portaria e Curso de Formação em Segurança Condominial por R$99,00. Curso com dupla certificação. Nos últimos cinco anos, o Mercado Imobiliário e a economia do País vivem uma união perfeita, por isso é importante trabalhadores capacitados

Cartilha Tudo Síndico será lançada no dia 10 de setembro

Brasília recebera no dia 10 de setembro de 2016 a terceira edição da Cartilha DICAS ÚTEIS PARA ADMINISTRAÇÃO DE CONDOMÍNIOS que terá o nome de TUDO SÍNDICO
INSCRIÇÕES AQUI

Cultura - Contação de histórias e muito mais animam o Terraço Shopping

Teatrinho sobre duas amigas ensinará o valor da amizade
Foto: Telmo Ximenes

Oportunidade - Workshop Internacional Mogno Africano acontece no dia 7 de abril em São Paulo

O Workshop Internacional de Mogno Africano visa difundir e fortalecer o cultivo desta madeira nobre no Brasil, promovendo a interação entre profissionais e empreendedores, criando-se assim, uma rede de colaboradores capaz de otimizar todo processo da cadeia produtiva e de manejo desta espécie.

Modelo de requerimento de desfiliação partidária

Modelo de requerimento de desfiliação partidária (desligamento)
A desfiliação Partidária (desligamento) deve ser realizada em dois momentos.
O primeiro momento você deve redigir um requerimento igual ao "MODELO 1", em duas vias. Uma via do seu pedido de desligamento uma ficará no partido, e outra será a sua contrafé. O requerimento será endereçado ao presidente da agremiação partidária que você esta sedesvinculando.
No segundo momento, você deve anexar à contrafé do "MODELO 1" com o segundo requerimento"MODELO 2", que seguirá para o juiz eleitoral da Zona Eleitoral em que você é eleitor, em duas vias, uma ficará na Zona Eleitoral e a outra será a sua contrafé, seguindo estas instruções você não correrá o risco de ter dupla filiação.
Estamos incluindo o "MODELO 3" a fim de suprir uma demanda de nossos leitores do facebook e blog que nos pediram por e-mail, serve para requerer direto ao juiz eleitoral a desfiliação, por falta do diretório ou da…

Congresso Brasileiro de Síndicos e Feira Condominial deve reunir 3 mil síndicos em Águas Claras

O evento ocorrera em Águas Claras no Distrito Federal, dos dias 21 a 23 de outubro de 2016, com entrada franca